Edição 2069 – Hipocrisia politicamente correta

Jesus, Maria, José e o burrinho”, diria Janái Himura… Na verdade, ela diria 「イエス と マリア と ヨセフ と ロバ」, mas eu me refiro à pessoa real… Enfim, voltando… O título desta edição é um baita de um pleonasmo, mas este é mais um caso em que o óbvio TEM que ser explicado…

Uma imagem autoexplicativa que pode render ~~~~MUITOS~~~~ problemas… e não!!

Esta mensagem da tela de login do Facebook meio que torna implícita a frase “O Facebook é meu e eu posto o que eu quiser!!” E, de fato, amiguinho, o SEU Facebook é SEU!! E você pode postar o que você quiser nele… Em teoria… Porque, na prática, como todo lugar, existem regras que devem ser seguidas… Se você não as conhece (o que é bem provável, afinal, NINGUÉM lê os termos de uso de programas e/ou sites…), você pode ver tudo aqui

O Facebook também disponibiliza algumas opções de “não quero ver isso”, muito útil pra mim que não gosto de ver pessoas sendo decapitadas em tempo real, ou cães sendo alvejados por policiais, ou coisas do tipo… Isso pode se aplicar a posts isolados como também a perfis inteiros… Enfim, são inúmeras as opções, você pode se informar mais sobre isso aqui

Sim, este é o tipo de coisa que desagrada a mim… Mas existem pessoas que se ofendem mortalmente, por exemplo, com palavrões… OK, ser desbocado não é tão legal assim, a tataraneta do Kenshin tinha medo de me levar pra casa dela nos primeiros meses de namoro com ela porque eu fazia uso de todos os verbetes do dicionário do Joãozinho, incluindo os de asa, os voadores e os de agulha… Mas, convenhamos, como diria o comercial do Fiat Punto, “tem horas que não dá pra segurar”…

Só que aí a gente acaba esbarrando mais uma vez na questão do “politicamente correto”, o que eu acho ser uma das coisas mais hipócritas que eu conheço… O próprio comercial acima mostra isso, porque tentam inventar “palavrões que não são palavrões”, meio que pra amenizar… Amenizar o quê?! Pessoas, não sejamos hipócritas!! Se você não FALA palavrão, você PENSA palavrão, já diziam Leandro Hassum e Marcius Melhem!!

Eu acho ridículo tentar se alienar de um mundo feio, hostil e sujo como o nosso… É como se tentassem criar um “mundo perfeito”, onde as pessoas se amam tão infinitamente, etc… Algo parecido com o mundo retratado no filme O Demolidor… Tipo, fala sério!! No mesmo vídeo do Nós na Fita, Hassum fala sobre “palavrões” que desestressam e recolocam no eixo… Ou então lembrem da clássica canção de Cris Nicolotti, que diz: “quando você mandar tomar no cu pela primeira vez, você vai retomar as rédeas da sua vida nas suas mãos”…

(Felipe Neto também menciona algo parecido em dois vídeos dele…)

Ou então vejam o nosso vídeo do YouPix, que foi o primeiro em anos que eu não tirei os palavrões porque neste caso específico, SEM os palavrões, o vídeo perderia todo o sentido… Primeiro: Away sem falar palavrão não é o Away… Segundo: o “SE FODEU” é, DE FATO, a tradução oficial do “WASTED” na versão brasileira de Grand Theft Auto V… Esta piada já foi usada em vários contextos diferentes, como este… Chega a ser paradoxal eu falar disso e achar inaceitável uma criança de 8~9 anos dançando funk com roupas menores que Janái Himura, mas é porque eu tenho consciência de que tem coisas que precisam de um certo nível de maturidade pra poder assimilar… (e, mesmo assim, essa molecada tá “maturando” cada vez mais cedo…)

Eu quero deixar claro que eu não acho tão elegante o uso de palavrões… Mas já acho algo totalmente sem noção querer eliminá-los para sempre… Esses papos pseudomoralistas chegam a me dar náuseas… Eu já devo ter mencionado aqui N vezes: todos nós estamos irremediavelmente condenados ao inferno (eu disse isso em outro contexto, mas a intenção é quase a mesma…), porque não existe ninguém que não tenha feito, pensado ou falado UMA besteira na vida…

Em caso de dúvidas (e pelo fato de que existem evangélicos que frequentam este site…), eu sugiro que vocês deem uma pesquisada na Bíblia Sagrada, mais especificamente no Evangelho segundo João, capítulo 8, versículo 7, e tirem suas próprias conclusões…

“E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.” (João 8:7)

…porque se existe algo que eu ADORO fazer é invalidar completamente o argumento de uma pessoa usando o próprio argumento dela…!!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.