Edição 2086 – Asparguismo Zanardi-Himuriano

Provavelmente vocês não sabiam, mas eu já fiz muitas tirinhas com o Bitstrips, que é um aplicativo de construção de tirinhas e quadrinhos. A tirinha que você vai ver agora é inédita e é a primeira que eu posto diretamente no site. (você pode ver as outras aqui…)

Bom, como vocês já viram nos episódios anteriores desta fantástica aventura akaikkiana, eu fui diagnosticado com Síndrome de Asperger. A Janái cada vez mais se mostra aberta à descobrir coisas novas sobre essa minha peculiaridade, mas hoje eu posso dizer que ela foi além…

Quando eu estava levando ela pro ponto, estávamos falando sobre uma possibilidade que existe de que a corja do Bandeirada venha a conhecer um dos pilotos que mais nos inspiram, pela história de superação que ele passou. Estou falando de Alessandro Zanardi.

Alessandro Zanardi e seu acidente (quase) fatal em 2001 – clique para ampliar

Aos que não conhecem, vou resumir a história: em 2001, Zanardi sofreu um gravíssimo acidente no qual ele teve suas duas pernas amputadas. Mesmo assim, ele voltou a pilotar carros de turismo, mas resolveu se dedicar ao ciclismo paralímpico, chegando ao seu auge nos Jogos Paralímpicos de 2012, quando ganhou duas medalhas de ouro e uma de prata.

Exatamente, humanos adoradores da Yuki… O cara não tem as duas pernas e, ainda assim, continua competindo em alto nível!! Ele ganhou duas medalhas de ouro e uma medalha de prata nas últimas Paralimpíadas!!

Presta atenção que eu vou repetir!!

DUAS MEDALHAS DE OURO E UMA MEDALHA DE PRATA!!

E aí, qual é a sua desculpa?
E aí, qual é a sua desculpa?

Zanardi é venerado como um herói entre os integrantes do Bandeirada por razões desgraçadamente óbvias!! E como as próximas Olimpíadas serão aqui no Rio de Janeiro, nós sonhamos, por que não, em conhecer Alessandro Zanardi, aqui na nossa cidade e, quem sabe, soltar uma entrevista com ele no Bandeirada?!

Aí é que vem a aspargada Himuriana: ela meio que “sonhou” com este encontro acontecendo ano que vem, nos Jogos Paralímpicos de 2016 aqui no Rio (enquanto estávamos indo ao Méier pra ela voltar pra casa…) e começou a rir do nada… Eis que ela resolve me contar o que ela imaginou e foi mais ou menos parecido com isso:

(tradução dos textos em inglês)

– Sr. Zanardi, primeiramente, eu estou muito, muito contente em conhecer você aqui na minha cidade natal!! Como o Rodrigo disse, você é um exemplo de superação e perseverança…  Tipo, mesmo com o seu terrível acidente de quinze anos atrás, você não apenas superou isso, como também obteve grandes vitórias por causa disso, especialmente as suas medalhas de ouro nos últimos Jogos Paralímpicos… Mas, sejamos honestos, Alex… Você está beirando os cinquenta, mas ainda está em ótima forma, mesmo para um atleta paralímpico!! Eu estou realmente impressionado com isso!!

– Obrigado, cara!! É muito bom saber que minha história inspira pessoas como vocês, eu estou contente com isso…

Parece que a Janái aprendeu direitinho como faz pra ser aspargo…

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.