Edição 1882 – Reinvenções, improvisos e #CHUPAYAMATO!!

s vezes eu acho que existe uma zica monstro sobre certas coisas que eu tento fazer… No ano passado, por mais mítica que tenha sido a reportagem do BGS 2010, ela poderia ter sido melhor, porque teve coisa que não consegui publicar por problemas com uma série de vídeos que eu tinha feito lá dentro…

Nesse ano, tente imaginar o episódio da amarelada do Ronaldo em 1998 e acrescente mais três amareladas e desamareladas até ele resolver amarelar de vez com os dois times já em campo e posicionados, com o árbitro prestes a iniciar a partida… Aí lá fui eu fazer a reportagem sozinho… Quando eu me dei conta de que a reportagem tinha ido pro limbo, usei a seguinte frase pra ilustrar o que seria essa matéria:

“Foda-se a reportagem, eu vou é me divertir… O que sair disso é lucro…”

Bom, eis o “lucro”… Dois vídeos, algumas fotos e muita história pra contar…

Eu fui no sábado pra reconhecer terreno e ver como eu poderia fazer a reportagem pro dia seguinte… Eis que eu vejo os caras do Mundo Canibal, que se lembraram de mim e da reportagem que eu fiz com eles ano passado

Agora sim,consegui jogar a foto aqui...
Agora sim,consegui jogar a foto aqui…

E ainda aproveitei pra zoar o pessoal do Game Over, que também aproveitou pra dar uma zoada nessa “pseudo-reportagem”…

O domingo também serviu pra dar aquela relaxada na reportagem… Aproveitei o evento vazio pra jogar o F1 2011… Visual mítico, a jogabilidade não está mais tão “arcade” quanto seus antecessores… Acho que eles finalmente acertaram a mão…

E, de volta à reportagem, eis que eu esbarro com o Marcelo Dourado, que se prestou a isso:

E, claro, a isso…

Aí vocês veem que o cara não é grande coisa...
Aí vocês veem que o cara não é grande coisa…

Admito: eu me senti meio intimidado pela presença dele… Mesmo ele sendo visivelmente menor que eu (15cm e 40kg a menos…), ainda fica aquela pontinha de medo de tomar umas porradas dele…

Enfim, a surpresa da vez: sábado eu vi o Max Porto no evento… Tava lá, fazendo uma reportagem, etc, e eu fiquei olhando… Quando ele acabou de fazer a matéria, chegou perto de mim: “Grande Ikki, quanto tempo…!!”

Porra, como assim?! O cara participou de um BBB, ganhou aquela bagaça, tá famoso praca… E ele ainda se lembra de mim!! Ele já foi figura carimbada no site há décadas, desde muito antes de eu conhecer Janái Himura… Uma prova disso está aqui


2006, áureos tempos de começo de namoro com Janái Himura…

Surpresa muito boa essa, saber que o cara ainda se lembrava de mim… (OK, não se lembrava da minha identidade humana, mas sabia quem eu era…) E o melhor: ele se lembrar de mim primeiro… Enfim, acredita quem quiser…

Maximize-se...
Maximize-se…

Bom, é verdade que essa reportagem poderia ter saído bem melhor, mas, considerando todos os contratempos que eu tive (e todos eles bem em cima da hora…), conseguir essa matéria já me saiu melhor que a encomenda… E, apesar de tudo, o fato de ter conseguido essa credencial de imprensa pro Brasil Game Show já me permite encerrar a Saga da Yamatroll do jeito que eu esperava:

CHUPA, YAMATO!!

Porque mesmo tendo que improvisar e reinventar uma matéria que parecia perdida (e, de fato, estava…), como eu disse, valeu pela diversão…

...!!
…!!

…porque tem gente que pede pra ser zoada…

Aliás, o cidadão desta foto admitiu ter sido influenciado por uma publicação minha no Facebook… Ou seja: estamos quites…

Life is full of choices...
Life is full of choices…

…afinal, ESTA foi a minha inspiração pra bolar o desenho da camisa do site

Um grande abraço para Arthur e Thiago Ribas, pro Dourado, pro Max e pro Fabrício, esse carinha aí das últimas fotos… E até o próximo evento!!

UPDATE (12 de outubro, 16:10) – Estavam lá no evento alguns personagens da reportagem do Anime Insanity, como o policial de Raccoon City e o Leon, que foi entrevistado pelo Jonathan…

Comments

comments

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.